mascolinità

Questo webinar sarà ospitato in portoghese. 
Este seminario será realizado na língua portuguesa.


Moderatore: Carlos Gari Faria
Palestranti: Miguel Calmon du Pin e Almeida, Cândida Sé Holovko, Rui Aragão Oliveira   





Neste Webinar serão abordadas algumas questões ligadas à construção das diferentes masculinidades e suas possíveis vicissitudes, considerando que as deferentes concepções de "masculino" no homem estão impregnadas pelo que cada culture determina como ideal de masculinidade e pelas inter-rela impacts das subjetividades.
Com isso, partindo da noção de que as masculinidades no podem ser pensadas em função de uma natureza essencial dos homens, mas que, ao contrário, é construída nos inter-jogos psíquicos com seus cuidadores, o objetivo deste Webinar é evocar uma reflexão sobre o tema da masculinidade levando in considerazione un relação intrínseca entre sujeito e cultura.
Ademais, sabe-se que a comunicação enquadra os principais elementos do funcionamento inconsciente envolvidos na criação e organização interna de tal concepção. Logo, o inconsciente, o infantil, o traumático, o estranho, presentes em tudo o que somos e fazemos, para sua rappresentazione, para este necessário nó entre o coletivo eo individual, exigem a dupla presença expressa pelas funções materna e paterna.


Carlos Gari Faria
Membro Efetivo da Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre. Analista didata do Instituto da SPPA. Membro da Comissão de Docência do Instituto da SPPA. Es-Diretor cientifico ex- Presidente da SPPA. Ex- Diretor cientifico ed ex Presidente da Federação Brasileira de Psicanálise

Miguel Calmon du Pin e Almeida
Membro efetivo, ex presidente ed ex direttore dell'Instituto da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro. Ex redattore da Revista Trieb e redattore regionale da Revista abrasileira de Psicanálise.
Encaminho o que pensei sobre o tema o infantil ea função paterna.

Cândida Sé Holovko   
Membro Titolare e Docente da SBPSP e da IPA; Membro da École de Psychosomatique Pierre Marty de Paris; Conselheira da Comissão do Cowap -Brasil junto à FEBRAPSI; Ex-Co-Chair para a América Latina do Committee on Women and Psychoanalysis da IPA; Coordenadora do grupo de estudos de Psicossomática Psicanalítica da Escola de Paris na SBPSP; Co-organizadora dos livros Parentalidades y género: su incidencia en la subjetividad (Buenos Aires: Letra Viva, 2016), Cambiare la sessualità e le funzioni genitoriali nel ventunesimo secolo (Londres: Karnac, 2017) e do livro "Sexualidades e Gênero: Desafios da Psicanálise "(San Paolo: Editora Blucher, 2017). Autora de textos sobre feminilidades, masculinidades, violência sex e psicossomática psicanalítica.

Rui Aragão Oliveira
Psicanalista Titular e com funções didáticas na Sociedade Portuguesa de Psicanálise (SPP) / IPA; Doutorado em Psicologia Clínica, é Presidente da Comissão de Ensino da SPP. Foi Presidente da Sociedade Portuguesa de Psicanálise. Dirigiu a Revista Portuguesa de Psicanálise. Membro rappresentante dell'IPA do Editorial Board do Psychoanalysis.Today e pertence ao Comité de assessores do Livro Anual de Psicanálise (Edição Portuguesa).